quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Câmara presta homenagens em sessão solene

Quinta-feira- 18 de setembro
Cavalarianas do Lenço Perfumado estiveram entre os homenageados
A Câmara Municipal de Vereadores aproveitou os festejos para prestar homenagens a entidades e pessoas da comunidade através de sua tradicional Sessão Solene que realiza durante a Semana Farroupilha de Piratini.

A solenidade ocorreu no Galpão de Rondas do 20 de Setembro CTG, lotado para a entrega de Moções de Louvor, títulos de Cidadão Piratiniense e também do Brasão do Município.

Entre os homenageados com Moção de Louvor através da iniciativa do vereador Daniel Morales de Moura, PMDB, as cavalarianas do Lenço Perfumado, grupo de mulheres situadas no 3º distrito, que a partir do ano passado passou a realizar cavalgadas tendo como lema: pelo caminho o aroma da tradição.

Também receberam a moção os quatro patrões da Cavalgada da Integração, elogiados pelo proponente.

Marcial Lucas Guastuci, PMDB, foi o autor de três projetos que culminaram na entrega da comenda Cidadão Piratiniense, homenagem prestada para pessoas que vieram de outros municípios para Piratini e contribuíram com o desenvolvimento da cidade através de seu trabalho.

Foram agraciadas Amada Garcia Pérez, que conduz a Casa da Acolhida Mãe Gestante, José Luís Zafallon, do ramo de transportes e Gilcéia Vieira Zafallon.

O vereador Manoel Rodrigues-PP, concedeu Moção de Louvor ao seu colega Mauro Euclides Lima de Castro, PMDB, que há 24 anos ocupa uma cadeira no legislativo e, o próprio Mauro, foi o autor do projeto que concedeu o título de Cidadã Piratiniense para Nizete Iribarrem Furtado.

O Prêmio Cultural e Desportivo Barbosa Lessa foi concedido pelo vereador Sérgio Castro- PDT, à Academia de artes marciais Adrenalina.

Para finalizar, o Brasão do município foi entregue à Rádio Com Piratiniense e a Panificadora Piratiniense, ações de Sérgio Castro e Marcial Guastuci respectivamente.

Menor agredido em briga segue em estado de coma

Quinta-feira-18 de setembro
Samu prestou atendimento às vítimas da confusão
Do grupo de aproximadamente 15 pessoas envolvidas em uma briga ocorrida no último final de semana, na saída de um baile no Salão Tri Legal, na localidade do Alto Alegre, pelo menos quatro tiveram ferimentos mais graves e exigiram atenção especial das equipes de atendimento. Entre eles, dois são menores de idade.
Menor de idade segue em estado de coma em Pelotas
O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado por volta das 5h de domingo (14) por uma pessoa que havia sofrido um corte na cabeça.

Durante o deslocamento até o salão de baile, a equipe técnica prestou atendimento a outro caso: o adolescente V.M.M.E.S, 16 anos, havia levado uma tijolada. Ele estava inconsciente, apresentava fratura na cabeça seguida de hemorragia interna, causadas por um corte profundo. Foi necessário encaminhá-lo ao Pronto-Socorro (PS) de Pelotas.

De acordo com informações obtidas pela Polícia Civil junto aos familiares na terça-feira (16), o menor de idade encontrava-se em estado de coma, com o quadro estável. Ele é morador da localidade do Faxinal, 3º Distrito.

Na mesma briga, o menor C.G.C., 17 anos, morador de Piratini, foi atingido por golpes de faca na região do tórax e precisou ser encaminhado ao PS de Canguçu.

Enquanto o Samu atendia a estes casos, outras vítimas já recebiam atendimento no Pronto-Socorro local. Um homem vítima de esfaqueamento, não demonstrava gravidade. Já o homem de iniciais J.V.P., de 41 anos, que levou uma tijolada, teve fratura na região frontal da cabeça e sofreu hemorragia, sendo conduzido ao o PS de Pelotas.
Investigação
A equipe de policiais, comandada pela delegada Paula Vieira, investiga seis suspeitos de terem cometido as agressões. Todos eles são moradores de Canguçu.

Colisão entre veículos deixa mortos na 116


Quinta-feira-18 de setembro
Um acidente em São Lourenço do Sul envolvendo três carros e um caminhão deixou dois mortos e três feridos graves no fim da noite de quarta-feira (17). Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão ocorreu por volta das 21h40, no quilômetro 459 da BR-116. 
Um Renault Sandero teria tentado forçar ultrapassagem, atingindo o Ford Focus que vinha no sentido oposto. Os motoristas dos dois veículos tiveram morte imediata. Eles foram identificados como Daniel Duarte da Silva, 28 anos, morador de Rio Grande; e Brendon Solano Bento Balmam, 17 anos, morador de Pelotas.
Sem controle, os carros rodaram na pista e foram atingidos por uma picape VW Saveiro e um caminhão Mercedes-Benz. 
Desta segunda colisão, resultaram os três feridos graves. Todos foram socorridos para hospital de Pelotas e ainda não tinham sido identificados no início da madrugada. As vítimas fatais ficaram presas às ferragens, o que dificultou a remoção dos destroços da pista. A rodovia foi liberada à meia-noite e o trânsito ainda era lento, por volta da 0h20 desta quinta-feira (18).
Informações: Correio do Povo

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Cantora cega encanta na Ronda do Piquete 35

No Centro de Eventos Erni Pereira Alves, a ronda tradicionalista do dia 16 esteve a cargo dos piquetes Resto de 35, Rodeio do Paraíso, do Rotary Clube e do CTG Negrinho do Pastoreio.
Além de uma invernada do Rio de Janeiro, as entidade citadas marcaram sua guarnição da Chama Crioula com a jovem Natália Guastuci Witte que, diante de sua limitação tem números que impressionam se a deficiência visual com a qual já nasceu for levada em conta.
Ela relata que desde os quatro anos e, até os 10, se considerava uma cantora de ônibus, ou seja, nas viagens, deslocamentos pela cidade ou para a escola, dedicava um tempinho para o pagode, música sertaneja e também para canções internacionais cantando mesmo sem estudar inglês, com perfeição músicas de Bruno Mars e de Adelle.

Foi quando em 2012, em meio a uma consulta com seu dentista e instrumentista Léo Pereira Filho, Natália cantarolou para ele que encantado com a voz da menina a levou para o tradicionalismo fazendo com que participasse do Festival Canto Moleque, de Candiota.

A mudança repentina da filha fez seu pai, Gomercindo Vieira passar a usar bota, bombacha e lenço para acompanha-la em apresentações em Rio Grande, onde vive a família e em outros eventos do gênero na região.

Ainda de impressionar, foi à capacidade que ela demonstrou ao seu professor, o instrumentista Luís Carlos, do Grupo Querência, em dedilhar os inúmeros botões de uma gaita e, em apenas dois meses de ensinamento já tocar e cantar duas músicas, uma delas, História dos Passarinhos do saudoso Gildo de Freitas.

Com tantos atributos a jovem cantora foi muito requisitada para apresentações pelos veículos de comunicação de Piratini e marcou sua passagem pela Semana Farroupilha.

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Colisão frontal na 293 mata empresário pinheirense

Segunda-feira-15 de setembro
Choque fez com que o Tempra se partisse em dois
Uma tragédia ceifou a vida do empresário da noite e há décadas dono de casa noturna em Pinheiro Machado, Celso Ferro, 72 anos, (foto abaixo) que teve seu automóvel Tempra partido em dois ao colidir frontalmente com uma Camioneta S10 entre 12:30 e 13hs desta segunda-feira na BR 293 nos limites de Piratini.
A batida foi no quilômetro 64.1 da rodovia e o choque fez com que o corpo do empresário fosse jogado por cima do guarda corpo da estrada causando nele morte instantânea.
Carlos Henrique Gadea, 49 anos, teve seu impacto com o volante amenizado pelo air bag, o que certamente junto com a utilização do cinto de segurança  impediu que ele também fosse arremessado no asfalto.

A frente da S10 ficou totalmente destruída e seu condutor foi levado por uma ambulância da ECOSUL para Pelotas não sendo possível saber seu estado de saúde.
Segundo um dos agentes da Polícia Civil, ele ainda teve tempo de relatar que o Tempra rodopiava em cima da pista até colidir com seu veículo.
No local, nossa reportagem conversou com Paulo Ferro, filho da vítima fatal, que contou o motivo da viagem do pai à Pelotas e a provável causa do acidente.
- Ele ia para uma consulta e realização de prováveis novos exames de coração. Antes de ele sair o cano da descarga caiu e eu aproveitei para pedir que trocasse ao menos os pneus traseiros que estavam totalmente carecas. A resposta dele é que no retorno da viagem faria isso – contou Paulo que é um dos três filhos que Celso deixa.