quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Gastucci denuncia e funcionário pede demissão

Quarta-feira- 17 de dezembro
Marcial Guastucci reproduziu a denúncia recebida pela rede social
Um erro, que, garante o envolvido foi involuntário e por desconhecimento das leis, virou caso de polícia mesmo que o delegado Maurício Sampaio tenha se recusado a falar sobre o assunto.
O fato se deu na tarde da terça-feira, 16, a partir de uma nova denúncia feita pelo opositor Marcial Guastucci, PMDB, na sessão ordinária da Câmara de Vereadores.

Ildefonso Madruga, um popular mestre de obras reconhecido por sua eficiência e honestidade na comunidade e no meio da construção civil, foi apontado por Marcial ao ser acusado de desviar funcionários do município em horário de expediente para trabalhar na confecção de uma lage em uma obra particular na Rua Davi Canabarro, centro da cidade.

Ocorre que Idelfonso, há quatro meses foi contratado com mais 30 funcionários, entre eles 20 pedreiros, para dar andamento na escola de educação infantil do bairro Vila Nova, obra até então paralisada devido à falência da empresa que realizava os trabalhos.

O projeto para as contratações foi aprovado no legislativo e para o mestre de obras era pago um salário de R$ 6.330,00.

A denúncia da irregularidade partiu de um dos contratados que, por não concordar em atuar na obra particular, publicou a situação na conta que o vereador possui na rede social, dando o endereço do local onde fato acontecia naquele momento.

Segundo o parlamentar, informada a Polícia Civil foi com seus agentes até o local e registrou a possível irregularidade com imagens. O delegado Sampaio também visitou posterior a isso, as obras da escola onde não teria encontrado ninguém atuando.

Na manhã desta quarta-feira, nossa reportagem buscou uma manifestação do prefeito Vilso Agnelo que ficou reunido por mais de uma hora com o mestre de obras. Indagando ao final da reunião, Agnelo disse que não se manifestaria sobre o caso.

O que diz o mestre de obras.
Por telefone em exclusiva ao Eu Falei, Ildefonso conversou conosco por cerca de dez minutos e logo informou que havia se demitido do cargo por achar que o caso ganhou uma evidência desnecessária e absurda.
- A denúncia foi feita por gente mesquinha e sem fundamento. Não agi de má fé. Há cerca de uma semana levei oito funcionários pagos por mim para fazer uma lage na obra da prefeitura. Quando isso ocorreu ninguém comentou, mas, agora que fiz ao contrário, desloquei oito da prefeitura para me ajudar, sem maldade e sim por desconhecimento de que não poderia compensar o que eu havia feito antes, tudo isso acontece. Pedi demissão, pois, aceitei a função não pelo salário que ela representava e sim, porque queria ver a obra ter andamento – justifica Madruga.







terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Paredão aprova projeto contra a drogadição

Terça-feira-16 de dezembro

Daniel Morales de Moura, o Daniel do Paredão, vereador do PMDB, aprovou na sessão ordinária da terça-feira, 16, o Projeto de Lei que torna obrigatória a exibição de vídeos educativos antidrogas nas aberturas de shows e eventos culturais em Piratini.

Para o peemidebista, isso vai contribuir de forma significativa para a informação, conscientização, prevenção e combate ao uso de substâncias entorpecentes, o que infelizmente hoje também é uma realidade principalmente entre jovens, inclusive na idade colegial no município.

Pelo texto, a lei abrange toda atividade passível da aglomeração de público como shows musicais, teatrais e de dança, bem como acontecimentos similares.
Os vídeos deverão ter a duração de no mínimo dois minutos e, além da reprodução audiovisual, cartazes com conteúdo sobre o combate ao uso de entorpecentes podem se somar ao material exibido.

Eles deverão abordar entre outras situações, as consequências do uso dos não lícitos e ainda a utilização indevida de medicamentos; as chances de recuperação dos dependentes e participação da família e da comunidade no processo como um todo e ficam a cargo da administração pública municipal, estadual ou federal.

O projeto segue agora para a sansão do prefeito Vilso Agnelo Gomes.

Sérgio aprova projeto que reconhece utilidade dos blogs

Terça-feira- 16 de dezembro
Vereador destacou atuação dos veículos virtuais no cotidiano da comunidade
Dois projetos, números 45 e 46, tornaram nesta terça-feira serviço de utilidade pública os veículos de imprensa escritos de Piratini.
O autor do que foi alvo de elogios e comentários de concordância através das manifestações de vários vereadores do legislativo piratiniense durante a discussão da matéria, é o parlamentar pedetista Sérgio Castro, que aprovou sua ideia por unanimidade.

Foram reconhecidos e contemplados os blogs Eu Falei e Mundo Piratini, que diariamente abastecem a comunidade farroupilha com os fatos decorrentes de todas às áreas do jornalismo local e gerados a partir de acontecimentos policiais, políticos, esportivos sociais e outros..

Castro elogiou a atuação dos comunicativos virtuais que segundo ele hoje são mais velozes até mesmo que as emissoras de rádio do município.
- Eles, os blogs, são de grande utilidade pública para a cidade por serem o nosso jornal escrito e que levam inclusive às informações da casa legislativa, mas também de todas as demais áreas para os leitores muito mais rápido que o rádio – explanou o autor.

Para o vereador, o que coloca os blogs à frente dos demais veículos é o uso das redes sociais para dar a primeira chamada ao acontecimento. Ele também lembrou o benefício jurídico que o reconhecimento da utilidade permite.
- São empresas constituídas na legalidade, possuindo inclusive o cadastro como pessoa jurídica (CNPJ) e, a partir de agora, isso vai ampara-los podendo ser usado com instrumento de defesa na esfera judicial caso necessário – destacou o vereador.

Manoel pede aumento para às entidades gaúchas

Terça-feira- 16 de dezembro
Rodrigues entende que aumento é necessário, mas que a verba ainda é insuficiente
Em meio ao atraso da prefeitura que ainda não repassou os valores referentes a 2014 para às entidades tradicionalistas, na sua maioria piquetes que participaram do desfile farroupilha este ano, o vereador Manoel Rodrigues, PP, esteve à frente do pedido de mais dinheiro para elas no ano que vem.

Na sessão ordinária da terça-feira, 16, Rodrigues apresentou e aprovou, uma emenda modificativa ao Projeto de Lei 53/2014 que dispõe sobre as diretrizes orçamentárias do município para o exercício 2015, onde pede o aumento de 100% no repasse que hoje é mil reais para cada uma.

O vereador frisou que desde o ano passado tenta aprovar sem sucesso o aumento do recurso e justificou a necessidade da elevação.
- O que estou pedindo ainda é pouco diante das despesas que as entidades têm para organizar e executar seus desfiles. Há piquetes que gastam até cinco mil reais por ano, então, a ajuda de custo concedida pela prefeitura na maioria das vezes não cobre o que é investido – disse o parlamentar que é o autor da lei que contempla os piquetes.

Manoel também lamentou o atraso no pagamento deste ano que, em sua opinião, deveria ser feito no máximo até o final do mês de setembro, o que colaboraria para que os compromissos adquiridos por quem se apresenta na data máxima do gaúcho sejam honrados.
Questionado quanto ao atraso, o secretário de finanças do município, Mariozan Pedroso, disse que o pagamento compõe a fila dos a serem realizados pela prefeitura, mas, há outras prioridades mais urgentes.
- Devemos pagar em breve. A previsão é de quitar a dívida dentro do mês, ou seja, ainda em dezembro, mas, há outras prioridades que precisamos honrar primeiro, como o pagamento da segunda parcela do 13º salário, férias de alguns servidores e outros – explicou o secretário.



Posto da Polícia Rodoviária de Pinheiro vai Fechar

Terça-feira-16 de dezembro

A falta de profissionais obrigou a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a fechar dois pontos de fiscalização na BR 293: um em Dom Pedrito e outro em Pinheiro Machado.

No lado pedritense, a estrutura já está fechada e vai ser utilizada apenas em algumas operações. Já no lado pinheirense, o posto será transformado em uma unidade de apoio a partir de janeiro de 2015.

De acordo com o chefe da delegacia da PRF em Santana do Livramento, Cristiano Vasconcellos, esta mudança foi necessária para o melhor atendimento aos usuários da estrada. "O fechamento acontece pela falta de recursos humanos. Há anos, o posto estava sendo atendido por apenas um policial por dia, é como se ele fosse um vigilante. Quando há alguma ocorrência, ele tenta atender, pois sozinho é impossível. Se alguém se acidenta e se machuca, por exemplo, ele é apenas um para atender o ferido e encaminhar ao atendimento e também para controlar o trânsito", exemplifica.

Ele ainda complementa que em situações de crime, um policial sozinho não tem segurança o suficiente para o desempenho das funções. Vasconcellos informa que quando mais policiais forem nomeados para esta região, existe a possibilidade de reabrir o posto.

Entretanto, não há previsão para que isso ocorra. Enquanto isso, metade do trecho de 70 quilômetros será de responsabilidade dos policiais de Santana do Livramento e a outra metade por Bagé. O chefe da delegacia conta que os policiais que ainda tinham como base Dom Pedrito foram realocados nestas duas equipes.

Já em Pinheiro Machado a situação é distinta, pois as ocorrências terão de ser atendidas por Pelotas, ou seja, a equipe está mais de 100 quilômetros distante. O chefe da delegacia pelotense, José Dourado explica que o posto pinheirense continuará com policiais, mas não durante 24 horas.

"Exceto nos períodos em que houver operações que necessite de todo o efetivo, haverá policiais. Porém, por menos horas do que é hoje. O posto se tornará uma unidade de apoio. Mas o policiamento vai continuar na região, a exemplo do que já acontece em Canguçu, também de nossa responsabilidade, onde não há um posto policial. Isso dificulta para nós, mas esta é a alternativa que encontramos para suprir a demanda de trânsito com o número de servidores que temos", destaca.